segunda-feira, 15 de junho de 2009

Miniconto: O HIPNOTIZADOR

O detetive James Campbell voltou para casa após comemorar, junto com os colegas, a captura do famoso "hipnotizador". Esse era o nome dado pelos jornais ao desprezível criminoso, que obrigava as vítimas a fazerem tudo que ordenava através de misteriosas técnicas mentais.
Após meses de investigação, acabamos com a festinha dele - James pensou enquanto ia até o banheiro se lavar, para tirar o cheiro de cerveja. Sua esposa já iria reclamar por ele ter ficado fora até tarde, então era melhor não piorar a situação.
"Você vai se arrepender, detetive" - gritara o preso. - "Você não conhece a extensão dos meus poderes!". James riu, encarando o meliante num desafio. Não tinha medo, só pessoas sugestionáveis podiam ser controladas pela hipnose e...
A dor em sua boca começou assim que terminou de escovar os dentes. Foi leve de início, mas lancinante em poucos segundos.
O grito de agonia passou pelas gengivas retalhadas quando jogou longe a lâmina de barbear.

8 comentários:

Alisson souza disse...

rapido e alucinate.. gostei mesmo...!!!!!

abçs

L. disse...

Ui. Tenho medo!

Giane disse...

Mauro...

Como Você consegue?
Curto, rápido, no ponto!
Não adianta, não canso de dizer como gosto dos seus minicontos!

Beijos mil!!!

Edw Machado disse...

coloquei até a mão na boca, imaginando a dor -_- caramba.
parabéns.

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

amei.

Blog Suicide Virgin

Aluap disse...

oi

Aluap disse...

olá tudo bem?????

BRUNO bROWN disse...

Só pra variar! Acertou na mosca.