sexta-feira, 20 de março de 2009

Miniconto: A Loira da Estrada

Mais uma atualização da série "atualizações que não são lá muito atualizadas". Pra quem não leu a história na Terrorzine 6, aqui está a chance. Abraços!


A LOIRA DA ESTRADA

Eu estava dirigindo sozinho de madrugada, escutando música alta pra ficar bem acordado. A rodovia era um retão só. Não ter ninguém para conversar era um saco, e eu não parava de bocejar. Mas de repente percebi um movimento à minha direita. Tinha surgido algo no banco do passageiro, que tirou meu sono na hora.
Era uma loira de branco, aproximando-se para pegar meu braço.
O susto me fez perder o controle do carro, e capotei.
Acordei no hospital e vi meus familiares ao pé da cama, ansiosos para perguntar como eu tinha feito aquela besteira. Estava prestes a responder quando percebi um movimento à minha direita. Olhei.
Era uma loira de branco, aproximando-se para pegar meu braço.
Soltei um berro estridente antes de perceber meu erro. Quase morrendo de vergonha, pedi desculpas pra coitada da enfermeira e deixei que trocasse meu soro, enquanto o pessoal olhava pra mim de um jeito estranho.
A assustadora visão na estrada tinha sido apenas uma premonição.

4 comentários:

Guilherme disse...

E aí cara,tudo bom?
Eu quero ser seu parceiro sim. :)
Eu já coloquei seu banner lá,beleza?
Abraços,até mais.

ArTmS disse...

Muito legal esse blog aqui.
Eu já havia visto, graças a minha amiga Yakimishi-chan.
VOu linkar vc.
E vlw por me linkar tbm.

Abçs.

Eduardo Martins disse...

Certeiro esse conto... Gostei!
abraço

Lucas Marz disse...

Sempre mantendo o padrão de qualidade. Parabéns!